quarta-feira, 26 de março de 2008

Top 10: Melhores desenhos violentos ou politicamente incorretos

QUANDO O TEMA É violência nos desenhos animados, há sempre aquela discussão sobre a influência que podem exercer sobre as crianças, que são os maiores telespectadores deste tipo de entretenimento, ficando em média 4 horas diárias em frente à televisão (o que equivale ao tempo que ficam na escola). O fato é que os personagens politicamente incorretos existem há décadas. Se você quiser descobrir na prática se esses desenhos corrompem crianças, basta perguntar a seus pais se foram negativamente influenciados por séries como Tom e Jerry ou Manda-Chuva, que passam desde a década de 60. Eles na certa negarão.



ACHO ESSA DISCUSSÃO completamente inútil, bem como aquele bla-bla-bla sobre mensagens subliminares presentes em produções da Disney, por exemplo. Se for para apontar um culpado, prefiro condenar as famílias mal estruturadas. Estas sim são capazes de formar bandidos ou assassinos, colocando em nossas crianças um caráter “mau como o Pica-Pau”, como dizem por aí.

FORJEI UMA PEQUENA lista de 10 grandes clássicos que contém personagens ou enredos mal intencionados. Certamente você conhece a maioria deles:

1. Tom e Jerry [Tom and Jerry, Hanna-Barbera] desde 1940 – O gato sempre acaba esfolado ou decepado. Quando se irrita de verdade, saca uma espingarda para perseguir o provocativo rato, munido de um grande desejo de vingança.
2. Pica-Pau [Woody Woodpecker, Universal Studios] desde 1940 – O protagonista é uma ave inicialmente que vai ao médico receber tratamento. Tornou-se um brincalhão mau-caráter e trapaceiro, fazendo de tudo para matar sua fome.
3. Papa Léguas [Road Runner, Looney Tunes] desde 1949 – O Coiote está sempre caindo de penhascos, sendo atingido por objetos pesados, atropelado ou se explodindo.
4. Os Simpsons [The Simpsons, Fox] desde 1989 – Esta popular família conta com um pai idiota e um filho que apronta de todas, como humilhar o diretor de sua escola. Destaque para o programa preferido de Bart: Comichão e Coçadinha, uma sátira sangrenta de Tom e Jerry.
5. Piu-Piu e Frajola [Sylvester and Tweety, Looney Tunes] desde 1940 – Segue a mesma fórmula de perseguições e situações dolorosas. Frajola caça o passarinho simpático ou o rato mexicano, usando inclusive armas de fogo.
6. Pernalonga [Bugs Bunny, Looney Tunes] desde 1939 – O protagonista é um coelho esperto que sempre escapa das caçadas realizadas pelo Hortelino ou Eufrazino, que carregam uma espingarda nas mãos. Há quem olhe com maus olhos quando o Pernalonga se veste de mulher.
7. Manda-Chuva [Top Cat, Hanna-Barbera] desde 1961 – O desenho é sobre uma gangue de gatos de rua que vivem nos becos de Manhattan. Estão sempre fazendo armações para se darem bem e fugindo da polícia.
8. Corrida Maluca [Wacky Races, Hanna-Barbera] desde 1968 – A série se resume a uma competição dos mais variados automóveis. Destaque para o Dick Vigarista, que jamais conseguiu vencer uma corrida e sempre tentava sabotar seus adversários.
9. Pato Donald [Donald Duck, Disney] desde 1934 – O pato mais conhecido dos desenhos animados não é o que se pode chamar de carismático, principalmente quando é passado prá trás pela dupla Tico e Teco.
10. Zé Colméia [Yogi Bear, Hanna-Barbera] desde 1958 – O faminto urso ocupa-se em roubar as cestas de piquenique dos turistas, junto de seu companheiro Catatau, dando trabalho ao pobre guarda florestal do parque.

SENTINDO A FALTA DE desenhos como South Park na lista? Ele não foi esquecido e certamente estaria no topo se eu não tivesse limitado a lista até a década de 80. De lá prá cá a coisa ficou bem mais explícita e violenta, como pode ser conferido no vídeo abaixo, da série Happy Tree Friends (semelhante a Comichão e Coçadinha). O diferencial deste desenho apresentado é que raramente a violência é intencional por parte dos personagens: a carnificina acontece devido a uma série de outros acontecimentos.

11 comentários:

Roseana Batista disse...

"didudubiridudu..." xD
kkkkk Adorei!!!

Vc esqueceu de citar os Animaniacs!
"Helooooo nurse!"

Adoro esses desenhos!!!

GIUSEPPE MENEZES disse...

É verdade, esqueci deles!!! Mas gostou das posições? Acha Tom e Jerry ganha mesmo de Pica-Pau?

Ana disse...

"Se for para apontar um culpado, prefiro condenar as famílias mal estruturadas."

Concordo com Giu. Se esses desenhos influenciassem tanto, eu não seria uma garota boazinha. ;D

Adorei a matéria, Giu! Adorei!

¤ Polly ¤ disse...

obrigada pelo coment
adorei o elogio
=)
seu blog eh mto bommmm
adorei
vou add vc nos links
;)

¤ Polly ¤ disse...

prontinho ja linkei vc la
qro ler sempre "isso" aki
;)
adorei o q flw sobre os desenhos
pior (ou melhor) q eu adoro tds
ahahha
papa leguas é o meu preferidoo
adoro qdo ele ferra o coyote
kkkkk
bjusssssss

Ellen Fernandes disse...

Só queria entender por que esse desenhos ainda fascinam tanto? :S neh
Estranho..rs

Gostei dos textos...

Bjus XD

Ellen Fernandes disse...

Oie...vlw por passar...rs

Te add nos link's ok

bjus

BAh disse...

Pois olha só!! heheheh estes desenhos marcaram a minha infância! Se não foram todos, a grande maioria! Eles têm sim personagens mau-caráter. Mas, e quanto aos desenhos de hoje em dia, não é mesmo? Naquela época eles eram bem menos nocivos!

GIUSEPPE MENEZES disse...

É verdade. Apesar de tudo, eles eram bem menos nocivos que alguns dos desenhos atuais. Acho que nunca serão apagados de nossa memória.

Anônimo disse...

Tb não acho q desenhos sejam o principal fator na formação da personalidade humana....

mas o motivo do meu comentário é pra fazer uma observação....

Quem caça o pernalonga não é o gaginho....é o Hortelino (que fala coelo) ou o Eufrazino (que tem longos bigodes)

Giuseppe Menezes disse...

Opa, Sr. Anônimo. Obrigado pela dica. O texto já foi corrigido.