quinta-feira, 10 de abril de 2008

Um Espirro


TRANQUEI-ME NO QUARTO escuro em busca de novas perguntas e da mesma coragem inimiga de sempre, à espera de alguém com uma mão estendida e um abraço sincero guardado de presente. Quando se está em busca de auto compreensão é necessário assumir que há algo de errado contigo. Deprimir-se para poder escrever é como drogar-se para fazer arte, ou uma forma de mentir para si mesmo. Toda forma de arte deveria ser gratuita. Do contrário, mais parece uma prostituição. Logo, a maioria dos artistas são infames meretrizes. Quando relemos antes de concluir um trabalho é porque há insegurança nas palavras, e quando escrevemos prá nós mesmos produzimos o que melhor conseguimos compor. No entanto, há inúmeros exemplos de obras primas escritas para qualquer outro alguém − na maioria das vezes, uma musa capaz de provocar o amor. Na verdade nunca amei corretamente nem ouvi nenhuma declaração amorosa. Meus verdadeiros amigos eu consigo contar nos dedos de talvez uma única mão apenas. E que seja a mão esquerda, que é mais próxima ao coração, que é órgão figurado do sentimento. Enfim, não sei o propósito destas linhas confusas e miscigenadas. Talvez um desabafo idiota. Este texto é apenas um espirro. É um desejo de liberdade. É um comichão inconsciente. É uma carta de amor inusitada. Ah, se você pudesse entrar em minha mente. Então encontraria apenas espelhos com seu reflexo gravado neles.

6 comentários:

Roseana Batista disse...

Quanta nostalgia!!!

Ana disse...

Atchim!

GIUSEPPE MENEZES disse...

Nostalgia! Essa é a plavra certa para descrever tudo isso. Com certeza, Roseana.
Acho que estou mesmo resfriado, Ana. Nada que possa ser crado. XD

Ellen Fernandes disse...

Hum, interessante!! Nada que pareça insano é em vão...isso é surreal!!!
Não gosto de escuro, mais na loucura da solidão é o que mais encontro, talvez eu seja uma drogada de anti depressivos, ou talvez simp[lesmente seja anormal..


Desabafe com as letras elas te entendem...
XD

Ana disse...

Queria ver como eu seria, refletida no espelho da sua mente.

... [pensando]

GIUSEPPE MENEZES disse...

Queria mesmo, Ana?
XD