domingo, 26 de outubro de 2008

Laerte

Publicadas na Folha de S. Paulo nos dias 03, 13 e 22/10/2008:


5 comentários:

Jaquelyne disse...

Vou falar sobre a terceira tira, que me é mais próxima!
A solidão.
Ela sempre chega nas horas mais inesperadas...
Estamos mais sós que as estrelas...

BAh disse...

Heyyy!!! Demorei para voltar, mas estou dando sinal de vida de novo, entre uma tarefa e outra (ou até mesmo entre uma única tarefa)!!
Ufa!

Olha só, achei muitíssimo interessantes as tirinhas.
Essa da primeira, de fazer as coisas sem pensar duas, três, quatro vezes antes; e que (quase) sempre nos causa arrependimento...

E essa terceira, apenas complementando o comentário da Jaque, de que estamos mais sós do que as estrelas. Solidão, na verdade, é relativo. Mas é realmente pior quando estamos rodeados de pessoas e ainda assim nos sentimos sós.
Ponha seu coração na companhia das pessoas que te rodeiam e você não se sentirá só. ;)

Ah, adorei o selo que você fez para o meu blog! Valeu! ;)

Tenha um excelente fim de semana!

Abraão Vitoriano de Sousa disse...

bom espaço... totalmente inovador! gostei!

Mayara disse...

Interessante o que uma garota aí em cima falou sobre a solidão.

''Mas é realmente pior quando estamos rodeados de pessoas e ainda assim nos sentimos sós.''

Estranho, né? Eu sempre conheci um monte de gente, sempre falei mais que a boca, sempre fui tida como extrovertida, popular... e, no entanto, na verdade sempre me senti muito só!

Roseana Batista disse...

Adorei a segunda tira...